Barroco em movimento. Portugal e Brasil e a construçao de um novo olhar

Permanent URI for this collection

Browse

Recent Submissions

Now showing 1 - 14 of 14
  • Publication
    Barroco em movimento Portugal e Brasil e a construção de um novo olhar
    (Publicaciones Enredars, 2022) Ferreira, Sílvia, ed.; Urias, Patrícia, ed.
    O título que escolhemos para este livro pretende refletir o alcance das conjunturas socioeconómicas, religiosas e culturais que presidiram ao contínuo fluxo de trocas culturais entre Portugal e outros países europeus, o Brasil e demais países sul americanos, durante o longo tempo do Barroco. Da investigação contínua de tantos especialistas nos temas da história, da história da arte e do património, nestas geografias e domínios temáticos, surge-nos esta edição, que muito aproveita do saber acumulado de tantos outros que antes de nós deram corpo a um vasto repertório de livros, artigos de jornais ou de revistas, fotografias, palestras, cursos, construindo o saber, a que atualmente nos atemos para continuar a erguer o edifício da memória e do conhecimento sobre o tema da arte barroca.
  • Publication
    Sacrários esféricos entre Lisboa e Minas Gerais: uma abordagem iconográfica e estilística
    (Publicaciones Enredars, 2022) Ferreira, Sílvia; Oliveira Pedrosa, Aziz José de
    As normativas do Concílio de Trento (1545-1563) e as regras específicas delas derivadas, nomeadamente pelas constituições sinodais, replicaram-se por todo o mundo católico. A compreensão de como estas ações condicionaram a produção artística barroca luso-brasileira de uma das peças fundamentais da liturgia: os sacrários, concretamente aqueles que adotaram a forma esférica em talha dourada, será um dos objetivos deste estudo. A sua fortuna icono- gráfica e estética alicerça-se nas grandes produções teológicas e imagéticas produzidas no seio da Companhia de Jesus, nomeadamente na sua igreja romana do Gesù. Esta estética, também replicada em Lisboa, na banqueta de prata que o ourives Frederico Ludovici desenhou e executou para os jesuítas do colégio de Santo Antão, que incluía um sacrário esférico, alcançou vasta fortuna e derivou de Lisboa para o resto do país, bem como para o Brasil.
  • Publication
    Do poder e da arte: o palácio dos Castilho e Távora em terras de Ribacôa
    (Publicaciones Enredars, 2022) Castilho de Luna, Rui de
    O palácio dos Castilho e Távora, edificado c. de 1743, situado em Almendra, terras de Ribacôa, norte de Portugal, é herdeiro de uma história familiar com- plexa, que se confunde não só com a história da organização e administração do território onde se insere, mas também com a de Portugal. Possibilitada a sua construção pela união, por via matrimonial, de duas das mais influentes famílias do Antigo Regime, os Castilho e os Távora, a monumental edificação marca a paisagem de Almendra e de toda a região, revelando na sua imponência arquitetónica, no aparato decorativo dos seus símbolos heráldicos e nos seus faustosos interiores, a influência e poder das famílias que nele habitaram. O presente estudo aborda a história daquela família e de como a mesma contribuiu para a defesa militar de uma região fronteiriça vulnerável às invasões da vizinha Espanha. Os cargos régios com que foram sucessiva- mente agraciados, o real poder que detinham na região e a imensa fortuna que acumularam refletem-se no palácio, objeto primeiro deste estudo. Com recurso aos arquivos de família, pela primeira vez aqui apresentados e ex- plorados e a outros fundos documentais, revela-se uma história complexa e rica e desmistificam-se algumas ideias feitas em torno da construção do palácio e da sua história.
  • Publication
    Do risco à obra: instrumentos de desenho e máquinas na arquitetura barroca
    (Publicaciones Enredars, 2022) Souza Rocha, Ricardo de
    O artigo se propõe a investigar os instrumentos de desenho à disposição dos projetistas da arquitetura barroca por meio, principalmente, da análise da literatura técnica em circulação na época. Ao mesmo tempo, busca compreender melhor as máquinas arquitetônicas que foram utilizadas na construção dos diversos prédios do barroco brasileiro, com ênfase na região dos Missionários Jesuítas do Rio Grande do Sul e também no estado de Minas Gerais. Essas especulações sobre os instrumentos e máquinas à disposição dos projetistas barrocos são entendidas como indispensáveis para o correto enfrentamento do tema ¿do risco à construção¿ na perspectiva da cultura material em seus vínculos com a história da arquitetura. Nesse sentido, a questão da tensão pós-renascentista entre projeto versus construção constitui um pano de fundo em toda a discussão proposta.
  • Publication
    Caetano Luiz de Miranda e Andrea Pozzo: circulação de modelos e ideias no Arraial do Tijuco
    (Publicaciones Enredars, 2022) Almeida Orlando Magnani, Maria Cláudia; Alves Silva, Mateus
    Neste trabalho pretendemos apresentar algumas contribuições sobre a pro- dução artística de Caetano Luiz de Miranda, pintor e escultor que viveu no Arraial do Tijuco e provavelmente foi discípulo do já conhecido guarda-mor José Soares de Araújo. Pelo inventário post mortem de Miranda pode-se constatar que é um dos raros artistas de que se tem notícia durante o perío- do colonial e início do império a ter em sua biblioteca o tratado Perspectiva Pictorum et Architectorum do jesuíta Andrea Pozzo. As aproximações entre o tratado de Pozzo e a produção de Caetano Luiz de Miranda são evocadas nas estruturas de quadratura para os véus quaresmais (as ¿Sibilas¿) e também no oratório construído pelo artista, exemplos de que nos ocupamos. Com essas observações esperamos inserir o artista nessa rede de circulação de ideias que conectam o fazer artístico entre Europa e o Brasil colonial.
  • Publication
    Artefactos e artistas em movimento no espaço ibero-atlântico no período barroco: uma história global policêntrica
    (Publicaciones Enredars, 2022) Goulão, Maria José
    Acompanhar os circuitos trans-imperiais das pessoas, da riqueza, dos bens de consumo, dos artefactos e das obras de arte no espaço do Atlântico Sul na época colonial é de alguma forma escrever uma história global, que exige de nós uma perspectiva descentrada e um questionamento dos lugares-co- muns da historiografia tradicional. Com efeito, e focando-nos em exemplos da cultura material, algumas dessas circulações mostram-nos um mundo em movimento, articulado através de trocas globais e histórias conectadas, organizado em múltiplos eixos, e sustentado maioritariamente por redes informais de natureza transfronteiriça, em contradição com a visão tradicional de impérios imutáveis e de fronteiras impermeáveis.
  • Publication
    Sacri-monti: representações do Calvário nos montes de Varallo, Braga e Congonhas
    (Publicaciones Enredars, 2022) Roque, Maria Isabel
    Os sacri monti (montes sagrados) reproduzem, de forma analógica, o monte Gólgota, como cenário à representação dos Passos da Paixão e da devoção à Santa Cruz. Após a Reforma Católica e no contexto cultural e artístico do barroco, os sacri monti, assumem uma crescente teatralidade, como estímulo à sensorialidade e à emoção. O estudo de caso dos sacri monti inicia pela unidade de análise matricial do monte de Varallo, a partir do qual são exami- nadas as unidades sucedâneas de Braga e Congonhas. Complementando a pesquisa bibliográfica, nos domínios da história da arte e da antropologia do fenómeno religioso, com a observação direta dos sítios, a investigação tem o propósito de identificar os tópicos identitários dos sacri monti, as parti- cularidades arquitetónicas e paisagísticas do lugar e a forma como reflete a tradição da narrativa religiosa e da devoção popular.
  • Publication
    O altar de prata do convento da Encarnação em Lisboa
    (Publicaciones Enredars, 2022) Mendonça, Isabel
    Expoente da prataria barroca portuguesa, o altar de prata do convento da Encarnação foi realizado por alguns dos melhores ourives da cidade de Lisboa, durante as primeiras quatro décadas do século XVIII: Manuel Rodrigues Palmela, Luís Rodrigues Palma e Pedro da Silva de Oliveira. A sua participação na execução do altar (trono e sacrário) é agora revelada através dos contratos assinados com a irmandade das Escravas do Santíssimo Sacramento, que na capela-mor da igreja tinha a sua sede. A linguagem decorativa cinzelada e repuxada na folha de prata do trono, do sacrário, da banqueta da mesa do altar e do seu enquadramento, acompa- nhou a evolução do gosto então vigente em Portugal ¿ do naturalismo dos motivos florais, fortemente relevados, ainda herdeiro de Seiscentos, às novas formas inspiradas pela Regência francesa. Trazemse novas informações sobre o enquadramento familiar e o percurso profissional dos três ourives, os importantes cargos que exerceram e algumas das importantes obras que executaram.
  • Publication
    Oficinas itinerantes, entalhadores nômades: Guardiano das Chagas, um entalhador carioca na Capitania de São Paulo
    (Publicaciones Enredars, 2022) Gayean, Thales; Rosada, Mateus
    Este estudo aborda a forma de instalação e organização das oficinas de ta- lha itinerantes, maneira de organização profissional relativamente comum no Brasil Colonial. Para tanto, utiliza-se como estudo de caso a trajetória de Guardiano José das Chagas (Rio de Janeiro, ca.1744 ¿ Guaratinguetá[?], após 1809), entalhador nascido no Rio de Janeiro e que se estabeleceu com oficina, sucessivamente, em Parati e em Guaratinguetá, com obras nessas duas cidades e em povoações próximas. O registro de suas mudanças de município é um caso bastante interessante para se compreender como se davam as relações entre contratantes e os artífices contratados no Brasil de fins do século XVIII e inícios do XIX e as dinâmicas de confecção e entrega de obras de grande peso e volume, como os retábulos das igrejas das cidades mencionadas.
  • Publication
    Do barroco ao neoclassicismo: um olhar sobre a arte colonial luso-brasileira a partir da igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência de Florianópolis-SC
    (Publicaciones Enredars, 2022) Teixeira dos Santos, Fabiano
    Inaugurada em 1815, a igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência da antiga Vila do Desterro, atual cidade de Florianópolis-SC, pode ser considerada um dos mais notáveis edifícios da ordem franciscana secular no Sul do Brasil. Suas sólidas paredes em alvenaria de pedra materializam o progresso da irmandade e da capital do Estado de Santa Catarina nesse pe- ríodo, abrigando um expressivo acervo artístico no qual se destaca o conjunto de cinco altares em madeira, dispostos na nave e na capela-mor. Por suas características diferenciadas, esses retábulos representam em contexto regional a transição entre o barroco e o neoclassicismo no início do século XIX, com destaque para o imponente altar-mor, que possivelmente inaugurou a linguagem neoclássica na arte religiosa catarinense.
  • Publication
    O jardim do Palácio de Friburgo no Recife: uma ponte entre a Europa e o Brasil
    (Publicaciones Enredars, 2022) Duarte Rodrigues, Ana; Marques, Clara
    O jardim de Friburgo, construído pelos holandeses no Recife, Brasil, é um caso único de síntese entre as influências europeias e americanas experimentadas na América do Sul no século XVII. O lugar de Friburgo já era entendido como uma importante plataforma para a introdução de exóticos na Holanda. No entanto, defendemos uma mudança de perspectiva, uma vez que a circulação de plantas, objetos e ideias ocorria num movimento de vaivém. Segundo o enquadramento conceptual de Fabrizio Baldassarri e Oana Mattei de `jardins como laboratórios¿, este capítulo argumenta que o jardim brasileiro funcionou como um laboratório para um melhor conhecimento da flora e fauna america- nas, mas também para a aclimatação de plantas mediterrâneas já introduzidas no Brasil pelos portugueses. Portanto, afirmamos que o jardim de Friburgo foi na verdade um ponto de fusão das culturas de jardins holandesa, brasileira e mediterrânea, sendo esta última introduzida sobretudo pelos portugueses.
  • Publication
    Breve panorama da historiografia do azulejo em Portugal e no Brasil no Século XX
    (Publicaciones Enredars, 2022) Mangucci, Celso; Trindade Gago da Câmara, Mª. Alexandra
    A historiografia luso-brasileira desenvolve-se no século XX, a par e passo com a definição da arte barroca colonial. Nesse período, a análise do azulejo como decoração na arquitetura, o reconhecimento da abertura dos pintores a influências exógenas, e a assunção positiva da divergência entre a periferia e o centro da Europa foram ideias primordiais para a definição do azulejo como um campo de estudos independente. De forma recorrente, a identificação do azulejo com os valores da arte nacional foi um tema central da investigação dos historiadores, entre as quais se destacam as obras de síntese de Mário Barata (1955), Reinaldo dos Santos (1957), Robert Smith (1968), João Miguel dos Santos Simões (1963-1979) e José Meco (1985 e 1993).
  • Publication
    Os retábulos no mundo português: debate terminológico, historiográfico e documental
    (Publicaciones Enredars, 2022) Fernandes Bohrer, Alex
    Para se entender a produção artística luso-brasileira em sua totalidade são necessárias mais pesquisas abrangentes sobre os retábulos. Juntamente com a arquitetura, a azulejaria e a pintura, a talha dessas grandes peças ornamentais deram o definitivo contorno visual do mundo português, es- pecialmente entre os séculos XVI e XIX. Um dos objetivos desse artigo é dar subsídios para futuros estudos verticalizados sobre a construção dos retábulos no contexto luso-brasileiro, abordando temas balizares como a sistematização morfológica, a metodologia de abordagem, a terminologia e a sobrevivência documental. Analisar a cultura criativa dos retábulos desse período e espaço é fundamental para entendermos plenamente a produção artística do mundo ultramarino português em suas generalidades.
  • Publication
    Barroco em Movimento. Portugal e Brasil e a Construção de um novo olhar. Presentación
    (Publicaciones Enredars, 2022) Ferreira, Sílvia; Urias, Patrícia
    Presentación del libro.